Em 2014, o MASP recebe a exposição “O triunfo do detalhe (e depois, nada)”, são 60 obras que destacam o trabalho de Monet, Van Gogh, Cézanne, Velázquez, Tiziano, Frans Hals, Picasso, Regina Silveira e Leon Ferrari.

Concebida por Teixeira Coelho, a mostra propõe realizar uma nova visão sobre as pinturas. Ela é dividida em três seções, cada uma referente a um momento específico da arte, que retratam a mudança da valoração do detalhe como elemento da concepção artística.

Nas palavras do curador, “durante largo período a arte foi, primeiro, a arte do detalhe, de reproduzir o detalhe ou criar detalhes imaginários. O sentido da arte estava não raro no detalhe, um dos indícios fortes do valor do artista. Seguiu-se um período em que o detalhe começa a dissolver-se, e com ele toda a pintura; e, depois, um terceiro tempo em que sai de cena”.

INFORMAÇÕES DO EVENTO

Data(s): Sem previsão de encerramento
Horário(s): Terças, quartas, sextas, sábados e domingos das 10h às 18h. Quintas das 10h às 20h.
Preço(s): R$ 7 (meia-entrada) às quartas, quintas, sextas, sábados e domingos. Grátis às terças.
Onde: Museu de Arte de São Paulo – MASP
Endereço: Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista

Mostra tem 60 obras de grandes artistas dos últimos cinco séculos Créditos: Reprodução

Mostra tem 60 obras de grandes artistas dos últimos cinco séculos
Créditos: Reprodução